quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Alguém aí já ouviu falar do Banco Palmas?

Acho que todos nós já ouvimos. E já pensamos em soluções semelhantes? Pra falar a verdade, não sei. Isso pode ser mais um experimento de nosso grupo, em princípio teórico, mas sobretudo com a finalidade de entender melhor como isso pode ser interessante aos propósitos do turismo de base local no Cabuçu.
"O bairro Conjunto Palmeiras, de Fortaleza, tem moeda própria. No local, tudo pode ser adquirido com o 'Palma'. O dinheiro é alternativo e de uso exclusivo no Banco Palmas, uma instituição de crédito montada pela Associação dos Moradores com o apoio de ONGs.
O Palma foi criado para circular a riqueza dentro do Conjunto Palmeiras. Cada Palma equivale a R$ 1. Os moradores conseguem a moeda com o próprio trabalho ou com empréstimo do banco. 'As pessoas adquirem Palmas trabalhando, prestando algum serviço e, com isso, podem comprar em qualquer comércio do bairro', explica Joaquim de Melo Neto, coordenador do Banco Palmas."
Há também uma notícia do Portal Terra sobre esse bairro nordestino. A seguir, um pequeno vídeo sobre a iniciativa que venceu o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social. Alguém lembra desse prêmio?!

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário